três canhestrices sobre uma noção negativista de tempo

22:26

o presente: um presente
dentro dele os aqueus sanguinolentos
se agamemnom me visse agora
o que diria talvez que o futuro
só se dá numa astúcia
ou aquém

*

contente-se: não vale a caneta
tentar um poema
poemas nunca são lidos
e de instante a instante
fracassam num rosto qualquer
descobriram (logo eles)
que a memória é um ALUGA-SE

*

sobre isso há tantos lugares-comuns
"viver é constantemente perder a si mesmo"
"o momento em que falo já está distante de mim"
etc etc e comum é feio em poesia
um tico de álcool ou gás pelo futuro então
mais enfrentam essa sorte braba
do que uma citação irrelevante


_Gabriel Resende Santos_

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images