o segundo candidato

17:26



by Barry Moser

o gordo, o gordo
você já viu um homem
tão filho da ressurreição
aquela barriga pra fora, aplicação
da  lei do uso e desuso, viu a
completa utilidade dos pelos,
casa com o gordo?

tem o nervosinho também,
viu a cara trêmula, o branco
do olho invasor, as mãos traídas,
anel de desprezo na bochecha direita,
no bolso a erva daninha romanticamente
contorcida,
casa com o nervosinho?

vejamos o espinhento. então
vê lá a calma, olhando a lua
boné na cara, o espinhento
sabonete dermatologicamente testado,
casa com o espinhento?

verso no caderno, camisa rosa
escondendo o coração preto, viu
aquelas gravatas todas, carinho
no queixo da puta,  homenzinho dos
pés pequenos e ouvidos enormes,
casa com o homenzinho?

me vê, eu tão filho do meu tempo,
vinte mil calorias no mindinho, brigando
com a vovó porque não batem à porta
pedindo brigas, me vê no fêmur da águia,
marca-texto disfarçado no canivete, tatuagem-
ideograma: barriga molenga, código de barras
grafado no couro caspento, vê meus músculos
vê meu código de sangue, vê meu fracasso
formal, olho de vidro, ocelo de aranha, me vê inteiro
diz, você casa comigo? comigo? casa comigo?

_Gabriel Resende Santos_

You Might Also Like

1 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images