dois momentos do corpo em repouso

14:25





Nas brincadeiras. Afogamentos
esperando os mergulhos. Trepadeiras
trepadas nos pelos sobre suas
telhas movediças. Divisórias sem gordura espectadoras
de ouvidos esféricos. Nostradamus dançando
sua glossolalia do furacão. Nosferatu o cídio
do alvorecer. Garras autônomas e sua iconoclastia
vermelha & as unhas-gotas-cuspes-esperma-gelo:
implodindo no contato com a nuca da língua. Língua
gélida – voz madrasta – antivoz. Lenguavoz. Falsa.




Sol corpo no canto ridículo do acorde.
dedos (ados)
contra o algodão dos sonhos ruídos. cegueira
em colchas quentes. tristemente errante espécime
essa dos gem
idos.


_Gabriel Resende Santos_

Imagem retirada do site Underflash.com

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images