a língua do lince

17:53

o exército chinês desce dos céus montados
em ideogramas-dragões

desculpas de samurai enigmático

espírito da cobra-lagarto
dançando a cada hôi e
                          hái e
                          kun e
                          kan e
                          san

a saliva mais precisa que a espada
                       sun cortando o vento os cabelos
as gengivas

cada ímpeto de coragem
                  acima da própria altura

nas cortinas
partidas:
lembranças pós-batalha
da última

fumaça
de chá fresco.


_Gabriel Resende Santos_


You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images