Alguns sonhos

22:09

nossa vida

nos sonhos a mentira não sobrevive

decepando desconhecidos
arrancando almas e sonhos
tendo a face distorcida
o mundo de seis visões lhe indaga
o que queres estranho?
perdendo as rédeas e
caindo de seu cavalo
aspirante a alado
no ar eviscerado pelas harpias
no solo espancado por olhos vermelhos
sugando-o por mãos pálidas sensações vagas
o fogo corrompendo suas artérias
e enfim despertando a mentira
viva e feliz.

*

Quero as cores primárias para pintar meu mundo próprio.
Na minha tela de bolas vivas e flutuantes reinarão bichos hermafroditas, lascívias felizes, bossa nova, ganhadores da loteria, dragões altos e gordos, que cederão meu fumo doce e saudável, gênio de ratos, poesia de sinceros.

Lá o ferro virará açúcar, a água não acabará, haverá trilha-sonora oficial orquestrada para cada habitante, os reis só ordenarão a bonomia, a mentira não precisará ser contada, a verdade vai ser acompanhada de risos ingênuos.

E
Neste meu mundo de cores primárias em que não há tristeza, minha Pasárgada,
Todos terão medo de sonhar.

_Gabriel dos Santos_

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images